sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Obrigada soldados!

Estou aqui fazendo um Post especial, especial porque hoje é o último dia do ano, e não há nada melhor do que agradecer a vocês,leitores do meu blog.

Obrigada por lerem, comentarem nos meus posts,obrigada por eu ter realizado em chegar a meta de 1000 pessoas no meu blog,só no mês de dezembro.
Obrigada aos leitores da Croácia, Rússia,Alemanha,EUA, Canadá, Portugal e Dinamarca.
Obrigada por contribuirem a realizar cada vez mais o meu sonho, que é escrever e poder compartilhar todos os meus sentimentos com outras pessoas.
2010 se encerra com 2.854 visualizações. E eu agradeço do fundo do meu coração, por acompanharem essa trajetória, meus pensamentos, meus poemas diários por todo esse tempo.

Mais uma vez obrigada.
Espero que continue ajudando muitas pessoas com alguns posts, a não desistirem dos seus sonhos, sempre temos que pensar grande, para poder ver a nossa evolução, do sonho com o real...
E a cada dia que passa, meus sonhos viram cada vez mais reais, e os transformo novamente em poesias e textos.

Lembrem-se que devem estar felizes pelo fato de que sobreviveram a essa grande guerra soldados, a guerra de 2010, que mesmo com tantos problemas do cotidiano, saúde, desastres naturais, saimos ilesos, vivos e com a alma purificada, cheio de amor.
Agradeça por estar vivo, todo final de dia.

Pois é por isso que montei esse blog.
Pra afirmar, contar e deixar registrado... 

Que sobrevivi ontem.

Beijos meus queridos, e boa sorte em 2011!

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Retrospectiva 2010.

Eu me emociono a cada fim de ano, porque é no fim do ano em que olhamos pra trás e falamos: Valeu a pena. E realmente esse ano valeu, foi um dos melhores pra mim, porque eu superei muitas coisas, conquistei muitas coisas, e cresci muito com isso.
Rodada de Palestras - Master Hall
Nesse ano percebi, que temos que pegar as oportunidades que aparecem na nossa frente, e abraça-las com toda a nossa força e não desistir de jeito algum.
Que devemos confiar no que o nosso coração diz, que devemos insistir nos nossos sonhos, que nunca devemos pensar pequeno, senão não teremos metas impossíveis para tentar chegar.
 

Nesse ano, vi que os amigos de verdade, são aqueles que estarão do seu lado e que nunca vão desistir da sua amizade, caso desistam, não eram seus verdadeiros amigos de fato.
Que amigos de verdade aparecem nas piores ou mais inusitadas horas, que te consolam sem você perceber, que colocam um sorriso no seu rosto sem pedir nada em troca, é aquele que te faz feliz nos detalhes, amigos de verdade são poucos porém inesquecíveis demais para serem esquecidos.


 Devo agradecer esse ano a muitas pessoas que fizeram parte desse capítulo de minha história... agredeço aos figurantes,protagonistas,figurinistas,antagonistas,desenhistas, desse capítulo chamado 2010. Vocês me fizeram terminar mais um capítulo cheio de emoção, com esperança de começar um novo capítulo, com novas personangens da história de 2011
Sei que muitos não vão se interessar por minha história, mas deixo tudo registrado aqui, na esperança de que alguém se lembre desses momentos em que passou comigo, ou se recorde se algum dia eu partir... ou até mesmo, para eu mesma registra o que aconteceu na minha vida.

Palestra para oTop de Marketing


Grupo de Teatro
 
Nesse ano, entrei no projeto Miniempresa da Junior Achievement.No começo não botei muita fé no que iria fazer, achei que pudesse ser mais um programa de entreterimento para jovens em um colégio, principalmente porque a área é focada para jovens empreendedores, que não era meu caso, já que estava querendo fazer medicina no vestibular. Enganada estava, a partir do momento em que me inscrevi, mesmo muitas pessoas achando bobagem, resolvi ir em frente.

Na formatura da JAPR,
após ganhar 3 prêmios

Durante esse tempo, me candidatei a diretora de marketing na miniempresa, que alias, sugeriram minha idéia de criar broches de feltro.Foi a partir desse dia, que comecei a me conhecer melhor, a buscar inspiração, ideias, que não sabia que existia dentor de mim.

 Me dediquei de corpo e alma, vendi os broches loucamente, fiz um vídeo em stop motion no meio de um estudo de química, e por aí vai. 
Trabalho voluntário
no Colégio Elysio Vianna

Foram 3 meses bem cansativos de puro trabalho, minhas notas baixaram um pouco por causa desse projeto, mas em nenhum momento estava arrependida da oportunidade que tinha em mãos.Sem contar dos trabalhos voluntários na qual participei, que me fizeram crescer Muito como pessoa, como cidadã, vi que as diferenças são mínimas quando se trata de amor e carinho.
Na formatura desse projeto, acabei recebendo 3 prêmios: Melhor vendedora dentro da minha miniempresa, melhor vendedora de todas as 20 miniempresas participantes do projeto, e o Top de Marketing em 3° lugar...


Foto feita para a propaganda do colégio

Fora que nossa miniempresa levou o prêmio de melhor ação social, e a MELHOR miniempresa de todas.               
Isso foi uma grande surpresa pra mim, pois foi uma forma de mostrar que meu trabalho deu certo, e foi valorizado, os prêmios são uma forma concreta de dizer que sonhos podem se realizar se corrermos atrás deles...
Quando acabou a formatura, me chamaram em seguida para trabalhar em 3 empresas (incluindo boticário), semanas após me convidaram para dar uma Palestra em uma faculdade, acabei publicando uma matéria de minha autoria em um jornal, fui entrevistada por um jornal online, gravei um comercial e também tirei fotos para a propaganda de meu colégio.

Palestra na Faculdade Bagozzi

Sem contar das peças de teatro que fiz esse ano em meu colégio, que apresentei para crianças e para o ensino médio, o que me fez perceber o quanto eu era e ainda sou apaixonada pelo teatro.

Realmente não teria conseguido nada disso, se não houvesse esperança, pensamento positivo, a mais do que isso confiança em mim mesma, dedicação e esforço. E agradeço muita parte desses resultados a minha família, pois a paciência,conselhos e amor, vieram diretamente deles.

Minha mais nova priminha,
 Lara.
Quero agradecer a todas as pessoas que passaram esse ano em minha vida, pois conheci pessoas maravilhosas, que estaram no meu coração para sempre...
Sem contar que me apaixonei intensamente por uma pessoa incrível que me ajudou em vários momentos, me deu conselhos, me deixou alegre nos piores momentos, meu amor Gabriel.
A penúltima peça de teatro do ano.
E também a minha pequena prima Lara, que nasceu dia 31 de outubro, tão pequena e transformou tanto meu sentimento, meu carinho.
Se desse pra citar todas as pessoas que apareceram e mudaram minha vida esse ano, teria que fazer um post individual a cada um... pois são muitas.

Meu namorado lindo, Gabriel.
E mesmo aqueles amigos, que após algum tempo, deixaram de lado nossas histórias, confiança e amizade, guardo eles no coração. Não odeio ninguém, pois o ódio é algo muito dificil de se apagar e muito forte a se dizer, então prefiro amar a todos e me afastar de alguns, aí sim, estarei fazendo o certo.
O dia em que conheci o Marcelo,
vocalista do Strike.

Devo lembrar aqui também, das viagens que fiz, como Brasília, Floripa.. Dos shows em que eu fui, dos passeios com meus amigos... TUDO vai estar guardado no meu coração...!! Mais uma vez, obrigada a todos por esse ano INCRÍVEL em que passei na minha vida.

O ano de 2010!

Comercial na qual eu participei (de laranja)

E que venha 2011, cheio de paz, alegria, positividade, amor, e cheio de surpresas e desafios para enfrentar!!

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Ano Novo, esperanças renovadas.

É engraçado a forma de desejar tanto um ano inteiro quando se está no final do outro.
A gente simplismente apaga todas as possibilidades possíveis de um ano dar errado, e pensamos só na positividade que ele poderá nos trazer.
O mais engraçado ainda, é no momento que bate a meia-noite, onde você vê lágrimas de saudade do ano que passou, no rostou de todo mundo, os rostos vermelhos de gritar, de chorar, de se emocionar com as lembranças que trouxeram a boa experiência para o ano seguinte.
Ah como é bom saber que todo o esforço, toda a paciência, a responsabilidade, a dedicação colocadas em práticas nesse ano valeram a pena. Olhar para os 364 dias anteriores a esse e dizer "É, realmente valeu a pena".
E é isso que devemos fazer, não somente na véspera de um ano novo, e sim, no final de todos os nossos dias, quando formos dormir, nos orgulhar por estarmos vivos por mais um dia.De termos aproveitado intensamente 24h de vida, de escolhas, de decisões, de desafios, de amor, de respeito a própria vida.
Temos que agradecer o que recebemos espiritualmente, pscicologicamente, fisicamente, materialmente. Tudo.

O problema de nós humanos, é que somos acostumados desde pequenos, de que iremos ter uma "loooonga caminhada na nossa vida", mas estamos muito errados nessa afirmação... Pois não são todos que completam seu percurso, muitos morrem antes mesmo de nascer, morrem crianças ou na fase da adolescência, ou até mesmo morrem antes de darem a luz a sua própria criança.
Acostumamos as pessoas a acreditar que viveremos para sempre, que devemos ter uma certeza de 100% de que iremos acordar com vida no dia seguinte. Não... não devemos viver dessa maneira.
Aproveitar bem a vida, abraçar todos que você ama, dizer que ama cada um com o seu jeito único de ser.
Tenho certeza que se cada um vivesse desse jeito, pensando sempre no seu último dia... viveriamos em tempos de paz.
Paz interna.
Viva seu dia, viva sua vida.
E sempre olhe pra trás com muito orgulho em dizer: Eu sobrevivi o ontem.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Sonho inspirador

Sento-me para o café,
e busco alguém para conversar,
os olhares se desviam,
se camuflam ao me observar.

Tento assim então,
com a situação me conformar.
Concentrada em um mundo paralelo,
tento assim me imaginar,
longe de tudo e todos,
assim pretendo ficar.

Meus versos surgem em segundos,
em um pedaço de guardanapo começo a anotar.
Anoto, anoto, até a minha mão cansar.
Já se foram várias folhas,
mas não fiz questão de contar.

Surge tal inspiração de um modo peculiar.
Levanto-me da mesa, e vou lá fora caminhar,
pois me cansa aquele falatório e preciso me concentrar.

Fecho os olhos, fujo desse mundo,
e quando abro ainda estou sentada aborrecida,
de frente para a mesa de jantar,
basta um minuto de silêncio,
para minha inspiração começar.

Sonhar é bom e me faz acreditar,
que deve ter algum lugar,
uma tal de energia positiva para poder tirar.
Me deparei que não havia nenhum guardanapo,
com minha idéias que e poderia ali enxergar.

Então assim que eu cheguei em casa,
comecei a escrever sobre o que estava para pensar.
Comecei a sonhar, após a essa realidade estranha,
fui-me deitar.

Basta fechar os olhos,
e já comecei a imaginar,
para que amanhã, pudesse colocar meus versos em prática,
e na minha agenda todos eles salvar.

A máscara humana inventada.

 Gosto da forma com que as pessoas gesticulam com a boca ao falar,
 do jeito que piscam ou até mesmo o jeito de espirrar.
 Desgosto do jeito em que elas tentam,
 por qualquer motivo sua natureza evitar.
 Creio que elas tem medo de amar,
 deve ser por isso que muitas evitam arriscar.
 Vivem na ilusão de um mundo feito sob total perfeição.
 Maldito seja aquele que inventou a poderosa ambição.
 Mas talvez um dia algo há de mudar,
 nem que sejam palavras novas para sua máscara não despencar,
 pois sua cola da falsidade, em seu rosto em pouco tempo não irá secar.
 Então pegue o seu tempo perdido e faça disso, uma história virar.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Keep your feet on the ground,when your head's in the clouds.

Sonhe, mas sonhe com toda a sua força,
e não deixe com que os outros a destruam.
Por favor fique mais um tempo aqui,
o clima está tão bom,
não quero descer dessas nuvens coloridas,
dessas nuvens com gostos e formas,
essas nuvens de felicidade que me deixam melhor.

Fique mais um tempo aqui comigo a admirar,
esse paraíso sem problemas,
sem nada a se preocupar.
Fique, e sinta o vento batendo em seu rosto,
deixe com que a natureza te prove a verdadeira vida,
que deve ser vivida, deixe...

Fique a admirar os pássaros,
observe as nuvens mudando de posições no céu,
olhe para a lua, que tanto brilha mesmo que sozinha.
Desperte sua imaginação,
deixa a vida te guiar do jeito mais simples possível.

Maldita realidade,
sempre me faz acordar,
acordar para os problemas que a vida me trará...
Mas mesmo nessa bruta realidade,
convivendo com bilhares de seres estúpidos que se dizem "pensantes",
estarei observando as estrelas, as nuvens,
pois eu sei que elas nunca me deixarão,
independente se sou rico ou não,
se tenho ciumes ou tenho emprego,
se tiro notas altas ou faço o curso de direito.

Só sei que as coisas simples,
são as que importam mais,
e não deixarei de sonhar,
por meias palavras grosseiras,
ou por problemas do dia-a-dia que se dizem impossíveis.
Pois a vida estará do meu lado,
isso já basta...
... o simples fato de saber que estou viva,
já é meu maior sonho realizado!

Meu mundo

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Pra você.

Presa nessa fustração,
de uma mentira,
caverna de solidão.
Acorrentada pelo desejo,
você me vê apenas como um brinquedo,
me joga fora do sentimento,
me faz dizer coisas que não entendo.
Pra que me atirar nas pedras,
enquanto procuro seu amor?
Pra que prometer coisas,
que no final acabam sempre em dor?
Pra que dizer que confia,
sendo que no fim você me acha um mistério.

É, verdade.
Eu também não descobri um mistério...
Como é que eu pude levar alguém TÃO A SÉRIO.

Olhos virados ao passado retomando ao sonho do futuro.

Queria ser tão boa poeta,
a chegar ao ponto de me lembrar,
de todos os olhares que me deu,
e resumi-los em poucas palavras...

Ah falsas promessas,
presentes no meu passado,
que hoje calam o presente,
pois sabem do meu futuro próximo,
será o próximo a sofrer com mentiras.

Melhor evitar tristeza maior agora,
do que aguentar tal pseudosabedoria,
diga que está infeliz, diga.
Diga nos meus olhos,
e me deixe então partir contigo.

Me deixe ser seu pedaço de história sem destino,
Me deixe caminhar de mãos dadas como amigos,
Me deixe sonhar em busca de um novo amanhecer,
Me deixe adormecer em seus braços e dizer que te amo,
e que não te quero por querer.

Permita-me dizer,
que não te quero perder,
aqui dentro do peito,
meu passado e futuro,
meu fiel amigo oculto,
te amo com o mais forte escudo,
pra proteger nossos segredos do mundo.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Isso ou aquilo. = VIVA.

Amanhã...
Você pode acordar bem cedo, ou se aquecer até a tarde em seus cobertores.
Poderá tomar chá ou café.
Comprar uma camiseta amarela ou azul.
Poderá fazer um amigo ou acabar com um.
Dizer que ama ou dizer que odeia.
Abraçar a todos ou abraçar ninguém.
Escrever poemas ou apenas rabiscar em seu caderno.
Trocar os canais de sua TV ou parar em um canal e assistir um.
Subir as escadas ou sentar nelas para ler um livro.
Adotar uma criança ou um cachorro.
Fazer tudo isso, ou fazer nada daquilo.
Amanhã você poder viver ou morrer.
O amanhã poder não depender de você.
Mas certas consequências do amanhã vem de você.
Viva ou morra.
Sorria ou sofra.
Siga em frente ou vire a esquerda.
Seja franco ou indireto.
Morra na angustia ou morra na liberdade.
Seja você e mais ninguém.

Ou isso ou aquilo.
Ou você leu, ou você ignorou.
Obrigada por ter lido ou desculpe pois seu tempo de vida por aqui passou.
Não se esqueça de uma coisa,
Ou você vive ou você para.
Ou você realiza ou você só cria asas sem usá-las
Vá viver a vida lá fora de sua casa.
A vida é muito para apenas uma história inacabada.

Loucura da vida.

A vida não passa de uma loucura,
loucura boa que nos deixa sonhar.
Sonho bem longe,

até conseguir tudo o que quero realizar.
Realizar uma aventura,
de um dia poder sozinha viajar.
Viajar pelo mundo a fora,
E nas minhas palavras querer tudo registrar.
Registrar tudo o que posso sentir no amor, 
e nele poder assim pra sempre ficar.
Ficar sentada a beira mar,
sentido a brisa nos meus cabelos levar.
Levo comigo um sonho pequeno,
porém uma realização grande.
Grandes sonhos, grandes passos, grandes promessas.
Promessa de viver a vida numa eterna loucura.
A loucura não passa de uma vida.
Vida em que todos somos loucos.
Por alguma loucura.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

O medo.

O tipo do seu medo
O medo do seu tipo
O seu tipo de medo
O medo de ser tipo.

Tive tendo medo,
medo tive tendo.
O medo tem medo de mim.
Medo me tem medo.
E também tenho medo em mim.

Em mim mora o medo.
Medo mora em mim.
Medo fuja daqui.
Daqui o medo tem que fugir.
Fugir fora de mim.

O medo causa medo.
Causa medo o medo em mim.
Causa você o meu medo,
De te perder aqui dentro do meu peito.
Esse é o meu medo...
...de te ter longe de mim.

sábado, 27 de novembro de 2010

Resumo da vida.

  Dias difíceis, todos tem... Porém há uma grande diferença entre aquele que deixa aparecer suas emoções, e aquele que as esconde por algumas razões.
  A vida se torna estranha, quando tentamos entende-la. A vida não se entende, se vive.
  As pessoas não vão te entender por completo, as pessoas não vão querer saber tudo o que você pensa, a não ser, quando se tem uma metade a dividir tudo o que se sente.
  Na vida, aprendemos o que é valor verdadeiro e valor passageiro, aprendemos o que é orgulho e egoísmo, o que é humildade e amor.
  Aprendemos qual é a diferença entre aprender a fazer aquilo que gosta, e  aprender a gostar daquilo que faz.
  Nós conhecemos o amor, a inveja e o ciúmes. A derrota, a vitória, a dor.
  Somos soldados em guerra violenta, somos soldados ajudando a valorizar a paz.
  Somos muitos, somos poucos. Temos gostos e jeitos de pensar.
  Temos várias roupas para vestirmos como quisermos, temos amigos em que podemos confiar.
  A vida é vida. Nunca será um assunto limitado ou clichê.
  A cada dia é um dia, basta acordar em um outro dia, e fazer tudo valer, como mais uma forma de você crescer.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Insônia.

Tarde da noite, acordada aqui estou.
Olhando para o teto em busca de um sonho inspirador...
Remoendo lembranças do passado,
Sonho tentando imaginar um novo começo.
Acendo o abajur, leio, escrevo e me deito.
Tento buscar o sono, mas ele só foge...
Ligo a TV, desligo a TV.
Pego meu fone, ligo o som, desligo o som.
Ligo o computador, logo desligo, nada de interessante.
Maldita insônia...
não me maltrate...me deixe dormir,
pois amanhã é um longo dia,
e preciso logo descobrir o que está por vir.
Sim, sou anciosa e curiosa,
sei que isso te alimenta.
Maldita insônia,
não me trate como uma doença.´
Café de noite não tomo mais,
nem coca de noite me satisfaz.

Ah noite bonita,
mate essa insônia maldita,
e deixe que com a sua lua eu possa sonhar.
Me dê algumas horas de sonho para poder lhe admirar...
ó sono perdido.
Me deixe sozinha em minha mente estar.
Quero descansar dessa realidade brutal.
Onde até aqui os animais não tem seu espaço especial.
Meus sonhos quero de volta,
onde mesmo loucos.
Montam a minha interna e ilusória história.

Maldita insônia.
Te matei agora.
Só por falar mal de ti.
Peguei no sono há mais de uma hora.
E agora com orgulho,
Desfecho essa história.
Matei a ti insônia,
com vontade de dormir...
porém, agora há mais um problema devo admitir...
agora preciso matar o pesadelo,pois vi monstros presos em meus cabelos...
Insônia por favor volte! Não quero dormir nesse desespero!!!

sábado, 6 de novembro de 2010

Childhood

De: Uma mortal
Para: Ninguém, é apenas um desabafo

Daquilo que desejamos, para aquilo que nunca acontece.
Desde lembranças, desde sonhos.
Desde palavras, desde pessoas.
Desde uma profissão, desde um pequeno animal.
Desde um túmulo, desde um aperto de mão.
Desde muito tempo, eu quero voltar nele.

Voltar...
A minha infância, a minha avó.
Aos meus sonhos, a minha futura profissão.
A minha amiga, a minha música.
A minha amiga-professora, a minha confiável religião.

Voltar...
A casa antiga dos meus avós, a pitangueira.
Ao rio de morretes, a praia deserta.
Ao frio do Rio Grande do Sul, a ter minha boneca Lili.
A ver o frango que falava, a segurar a ninhada de filhotes.

Voltar a tudo que não existirá mais.
Voltar aquilo que eu sempre fui, e deixei de ser ou ter.
Voltar a um passado que não volta.
Voltar a ver no espelho a criança...
... que hoje grita dentro de mim,
dizendo que quer voltar pra casa.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Eu pensava que havia superado.

Como sempre falo... a superação vem com os erros e fracassos, medos e sonhos, realizações e esperança.
Nem sempre é assim.
A superação eu diria, que vem diretamente da realidade que está presente nos olhos, só quando olhamos tal situação, podemos crer que nos enganavamos o tempo todo... ou que alimentavamos um amor inexistente entre amigos, ou que guardavamos esperanças aonde de fato não tinha...
É bem-vindo a querida e maldita realidade, onde a vida esfrega em nossas caras o desejo de nos deixar para baixo e nos fazer sentir o gosto da dor da perda.
É... nem tudo são morangos.
Nem tudo são histórias de livros,
Nem tudo é verdadeiro.
Guarde suas lembranças para você, viva o presente e se afunde na mágoa só quando realmente precisar... mas no caso, aconselho a você a seguir em frente. Não há nada pior do que remoer algo que nunca existiu, remoer máscaras de amizades não vale a pena.
Remoer lembranças boas, é algo raro... Pois nunca saberemos o que de fato foi verdadeiros para poder ser tornar algo realmente bom e produtivo para a sua futura vida.
Um desabafo desnecessário para os olhos de vocês, mas necessitado para os olhos de quem os digita.
Malditas palavras, malditas lembranças.
Levem para longe a falsidade presente no amor da amizade e na lembrança.
Nada disso nos levará a frente, a não ser nossa própria confiança.

Passado desagradável, não te desejo mal...
só te desejo esperança... pra poder consertar no futuro...
o que você não fez quando criança!

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Ser humano, uma criatura engraçada por natureza.

Sim, o ser humano realmente é uma criatura muito engraçada, pois é muito estranho.
Eu pelo menos os acho engraçados...
Eles choram por histórias fictícias, riem por situações idiotas, se matam por pedaços de papel, e se matam também por possessividade extrema em relação a coisas sem vida.
Sim, eles são muito estranhos estranhos pois procuram erros onde não tem, procuram buscar sempre perguntas sobre as respostas mais claras.
Sim, são engraçados pois escolhem os grupos na qual passam a conviver de acordo com a pequena palavra presente na estiqueta, o que dizem ser a 'marca'. Deve ser porque cada grupo deve ter um nome.
Não entendo porque os humanos não se misturam em suas cores, já que na natureza os pássaros são coloridos e diferentes, podem existir espécies diferentes, porém somos todos pássaros, não temos raiva por ter mais ou menos penas, uma exótica ou não cantoria. Apenas nos aceitamos como pássaros e vivemos nos ajudando.
Humanos não fazem isso, pelo o que percebo, quanto mais o ninho deles forem maiores em relação a todos os outros, mais felizes são.
A diferença é que o ninho deles são feitos de papéis coloridos, porém não os usam na construção e apenas jogam na cara de outros humanos...isso me parece estranho.
Humanos são seres medonhos, passam horas se admirando, buscando novas maneiras de serem superiores mas não pela inteligência que adquirem durante a caçada e sim quais armaduras prontas usam sem fazer esforços...
Malditos humanos, nos prendem em gaiolas para os deixarem felizes... deve ser por causa de outro sentimento que eles tem de diferente.. dizem ser a 'Inveja'. Só porque nós temos o poder de voar naturalmente, eles nos trancam, fazendo com que eles se sintam melhor ao saber que não tem mais ninguém acima deles, a não ser as nuvens, e nem isso mais.
Já que inventaram um grande bicho chamado 'avião' para poder superá-las.

Pobre dos pequenos humanos que nascem, nascem inoscentes, ingênuos e assim continuam até os primeiros anos de suas vidas. Só que os humanos mais velhos sempre conseguem estragar suas fantasias achando erros onde não tem.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Like a butter heart...

Presa na dúvida, ela viu os anos se passarem,
sempre com a destruição que cometeu,
guardando essas lembranças desnecessárias,
desgastando sua saúde aos poucos.

Sua voz fica trêmula ao lembrar cenas,
em que poderia ter feito algo a mais,
que pudesse mudar drasticamente seu presente.
Mas nada fez.

Maldito coração de manteiga,
que domina a pequena razão que em seu cérebro carrega.
Noites mal dormidas, domingos perdidos,
lágrimas desperdiçadas e histórias perfeitas,
porém mal terminadas.

Desespero, angustia, tristeza,
de nada adianta quando o que se precisa é ter uma certeza,
e não sofrer na dúvida.
Levo a experiência e deixo a tristeza,
é assim que vou viver a vida,
numa profunda troca de gentilezas.

Live to die.

Nos olhos os se segredos se camuflam,
a boca se prende no desespero da verdade,
seu coração acelerado e as mãos suando,
desmonstram o nervosismo.

O desabafo nunca acontece,
se esconde e se prende apenas na vontade.

As pessoas circulam a sua volta,
ninguém percebe a sua necessidade presente na angustia.
Necessidade de confiança... confiança que vai mais do que a própria.

Os seus olhos os seguem enquanto andam,
que mesmo molhados, tentam chamar pela atenção.
A água de seus olhos, percorre a buchecha rosada,
contrastando a pele branca,
prendendo a voz daquela interna criança,
que morre aos poucos no meio da multidão.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Meu vício é você.

Só de saber da sua existência, meu coração se alegra.
Mas ele realmente se completa, quando ao meu lado você está.
Tudo passa a ter sentido, os detalhes se destacam, meu coração acelera de uma forma inexplicável, meu sorriso chegar a doer em meu rosto, de tanto que ele aparece.
O jeito com que você me conquista todos os dias, é perfeito.
O seu abraço, o seu beijo, o seu olhar, o seu sorriso, as suas mãos, tudo é tão perfeito.
Lágrimas de felicidade correm em meu rosto ao escutar a sua voz, lágrimas de tristeza correm em meu rosto ao pensar em te perder.
Saudades é o que eu sinto quando não te vejo... Seja dias, horas ou minutos.
Você é o meu vicio.
Você é o meu amor.
Você é tudo pra mim.
Eu te amo.

O meu melhor amigo é o meu amor (8) :)

Monotonia celular.

Levanto, sento, observo, abocejo.
Deito, durmo, sonho, me assusto.
Acordo, observo, abocejo, me faço de cego.
Analiso, escrevo, desenho e apago.
Me calo, me fecho, me deixo de lado.
Algo acontece, algo me esquece, algo me engana.

Abro o livro, folheio as páginas e me imagino com asas.
Esqueço do mundo, me jogo bem fundo e vôo nas histórias sem pensar.
Me vejo no espelho, corto o cabelo e me deixo assim estar.

Me encanto, me aproximo, me apaixono, me entrego.
Me engano, me iludo, e no fim, me desapego.
Esqueço de tudo, desconheço a todos, e me prendo no mistério.

Uma vida, mil segredos, várias histórias, bilhões de desejos.
Mas apenas uma certeza é que eu amo tudo o que vejo e logo escrevo.

Razão ou instinto?

Quando finalmente achamos que já passamos por muitas coisas, a vida nos engana e mostra novamente o quanto estamos errados.
As surpresas da vida, são as mais poderosas, são elas que nos dão mais experiências de vivência, já que não usamos a razão em um momento inesperado, e sim, o coração e o nosso instinto, dirigido por reflexos que nosso corpo pode fazer, gerando assim, decisões por impulso.
Porém são as mais sinceras e verdadeiras.

As vezes, aquele que pensa demais, é o que age com menos sinceridade em seus atos.

Pense nisso.

domingo, 26 de setembro de 2010

Ao meu maior amor...

Vó,
Te escrevo isso agora, com a esperança de que possa me escutar por pensamento, e deixar registrado aqui com uma esperança de que você me veja digitando. Tudo o que eu senti com você, foi único. Tudo o que eu passei com você, foi inexplicável.
Eu sinto tanto sua falta, e ninguém pode ver o quanto. Sua voz ainda predomina minha mente, seu sorriso ainda está registrado nos meus olhos, eu ainda consigo te ver sentada em sua cadeira, sorrindo para mim e com o brilho nos olhos dizendo 'Minha lindinha'.
É difícil conviver com esse vazio dentro de mim, um vazio que ninguém mais pode preencher.
Todo dia 27 ,se torna pior dia da minha vida, eu não consigo mais ver uma boneca, e não lembrar da senhora.Ah minha avó, quanta falta me faz.
As sextas-feiras de tarde já não são mais as mesmas... muito menos os domingos. Domingos se tornaram dias que eu pretendo apagar da minha semana, porque é nesse dia que de fato, só lembro da senhora.

Minha avó, minha melhor amiga, minha companheira, meu amor, minha segunda mãe. E agora minha anjinha que está comigo sempre... eu sei disso... pode ser que eu não acredite em muitas coisas relacionadas a religião, mas a senhora é a minha única certeza, sei que está do meu lado sempre.
Não pude fazer nada naquele dia,eu sei... mesmo a senhora me pedindo para impedir que fosse embora. Te segurei as mãos fortemente, escutei suas últimas palavras, te abracei como se o dia de amanhã não existisse mais... o que de fato, foi verdade.
Aquele dia ainda está fresco na minha mente, como se fosse sempre o dia anterior ao dia presente.
O meu amor por ti foi e ainda é muito grande.
Sua perda fez com que algo de mim se perdesse também, uma parte de mim também morreu, porém, outra surgiu, e essa nova parte, tenho certeza que foi a senhora que a fez nascer.
Muitas coisas boas aconteceram graças a senhora, e eu sei disso, pois você prometeu a mim no último dia em que a vi. E você realmente cumpriu, e está comigo até hoje. E eu sinto isso.

Meus sonhos com você, são tão reais, que posso a sentir novamente do meu lado... sei que agora não sou mais criança como antes, mas sei que a senhora está me ajudando nessa fase nova de minha vida, que é cheia de mistérios e coisas novas.

Só tenho a agradecer tudo o que eu aprendi com a senhora. Minhas lágrimas que agora caem de meus olhos, são a prova mais clara de que sua falta é inexplicável e incomparável.
Ainda não acredito que você partiu, sempre continuo a achar que a senhora está sentada em sua cadeira bordando alguma coisa nova para mim, como de fato sempre era... Ou quando estava na cozinha preparando quitutes para a gente se lambuzar.
Nossas brincadeiras são eternas, e dou risada cada vez que as lembro.
Sua preocupação com os outros, é algo insubstituível, já sei da onde puxei tanta preocupação...
Seu abraço era único, sempre me acalmava, e me sentia protegida... 
Teus objetos ou roupas hoje aqui comigo, representam alguns momentos que estive contigo, ou momentos que a te vi, porém, nada vai fazer com que traga você de volta.

Mas de uma coisa eu tenho certeza... Que eu te amo, mais do que tudo minha 2ª mãezinha... e eu sei que você está do meu lado... pois naquele dia você disse que sempre estaria.
Eu te amo.
Obrigada por tudo.
Estarei aqui, para sempre, esperando te encontrar novamente, algum dia...
The day you slipped away, was the day I found, it won't be the same
(Avril Lavigne - Slipped Away) - essa música é a que me faz mais lembrar da senhora :/

te amo.

Vó.

Sua últimas palavras foram as mais inesquecíveis de minha vida, já que são elas que sempre vou levar para sempre.Lágrimas escorrem ao lembrar sua voz, teu sorriso, teu abraço q confirmava a certeza de qe te amava mais, que ao seu lado nada de ruim poderia acontecer. Mesmo com sua saúde em risco, pensava sempre nos outros. Sempre pensava em um modo diferente de nos fazer sorrir. Uma amiga que irei levar para sempre no coração. Uma madrinha que representou mais do que representado minha segunda mãe. Uma avó melhor do que aquelas que aparecem nos contos, pois a minha, sabia fazer bolinho de chuva, como também bolinho de banana, de arroz. Fatias do céu, aah como eu amava. Só a sua eu gostava, com aquele gostinho de canela que nos fazia querer mais..E o cheirinho do pastel de requeijão junto com os pães de queijo? Pipoca era a primeira coisa que a gente fazia para ver TV. Independente do canal,a gente se divertia,se era legal,riamos, se era chato, abaixavamos o volume e dublavamos suas vozes.

Malditos sintomas da saúde real.

Acordar aos prantos, buscando algo para fazer, nada podia a não se acalmar e se aquecer. O dia estava frio, e minha mãos começando a doer, os movimentos delas foram parando sem nem eu mesma perceber.

Pés e mãos estavam amortecidos, lágrimas caiam sem saber, como de fato aquilo tinha acontecido. Desespero começa em volta de todos, maldita agonia está me deixando mais tonta de novo.
Sobe e desce, glicemia alta não desaparece, falta de forças ela me trás, todo mundo preocupado e eu não tendo nem mais forças para comer mais.
Odeio esses dias de desespero, não posso fazer nada a não ser ficar deitada o dia inteiro.
Gostaria de poder controlar essa agonia, que me deixa aflita noite e dia.
Mais um dia se passou, e logo logo tudo se acalmou.
Médicos eu odeio, mas quero me tornar um.
Talvez seja porque eles me analisam, e me acalmam de jeito nenhum.
Maldito seja o hospital com o seu clima infernal.
Aquele silêncio horrível entre todos os que estão mal.
E eu ali procurando um sinal...
para que venham forças de um meio real.

A melhora aparece, e a alta também.
Me faz me sentir psicologicamente bem,
porém passa outro dia,
mais exames vem...

Bem-vindo ser humano a vida real,
onde tudo nessa vida, pode ser fatal,
onde a dor se encontra, e não se esconde de ninguém,
então é melhor prestar a atenção na sua saúde meu bem.

sábado, 25 de setembro de 2010

Só ela sabe...

Ela procurou um entre vários rostos, uma voz entre bilhares, um abraço que seja verdadeiro, o beijo que fosse real.
Ela buscava algo que não existia, ela sentia algo inexplicável, ela cuidava para sobreviver aos dias, ela arriscava para amar o inevitável.

Ela nunca soube o que de fato era amar, até então encontrar.
Duas pessoas sabem disso, duas pessoas arriscam algo.
Mas ela nunca os deixa para trás, nunca os deixa acabar.
Seus sonhos sempre misturados com realidade,
sua realidade sempre misturada com seus sonhos.
A vontade de sua cabeça, era correr, se esconder, ou buscar algo novo.
A vontade do seu coração era apenas procurar aonde ele estava.

Ela chorava, ela ria, ela reclamava, ela suspirava.
Menina sentimental essa que lhes conta,uma história da pá virada.

Where the exception is?

Acreditamos sempre nos contos, em histórias, mas nunca na vida real.
Nossos passos determinam nossas trajetórias, e eles são o caminho para nossas futuras conquistas, como todos sabem mais uma vez.
Ninguém se importa de tornar perfeito algo instável. Até que se tenha forma, para poder agarrar.
Essa forma pode demorar dias, meses, anos. Mas ninguém quer esperar até que essa forma esteja pronta. Querem tudo na mesma hora.
As exceções são aquelas que entendem, que te consideram, que te escutam e te respeitam... As exceções são aquelas que fazem de tudo para não te magoar, que vão estar com você sempre, e elas sabem o quanto você ama os seus gestos únicos.
Exceções são sempre exceções. Eu até hoje só descobri uma. Porém nem sempre exceções estão presentes na nossa vida... não mais.
Exceções são os amores verdadeiros, que nos acompanham em todos os momentos, e que não desistem facilmente.
O esforço pode não ser recompensado ou demonstrado, mas só as exceções sabem que você fez de tudo para conseguir o que queria, ou pelo menos está tentando.
Exceções são exceções... sempre vai ser assim.
Até o dia em que as exceções vão embora... e você realmente se toca, do que é amar alguém unicamente pro resto de sua vida... um amor excepcional.

domingo, 19 de setembro de 2010

Várias perguntas sobre uma profissão.

Proteger pessoas ou animais? Dar aulas em escolas ou universidades? Cuidar de crianças ou adultos? Estudar animais da terra ou do mar? Trabalhar na praia ou no escritório? Fabricar um carro ou um navio? Planejar uma construção ou pensar numa demolição? Viver da música ou viver a achar músicos? Produzir um espetáculo ou fazer parte dele? Calcular números ou calcular destruições ambientais? Viver para Deus ou viver para Darwin?  Estudar a Terra ou estudar a propaganda? Criar a moda ou Moldar a história da criação? Escrever para o diário ou escrever para sobreviver? Atuar para conseguir emprego ou atuar para o lazer? Estudar para contar histórias ou pesquisar para achar alguma? Curar doenças ou mentiras? Virar modelo ou desenhar um artista? Cantar para comover ou cantar para desestressar? Viver para pintar ou pintar para vender? Dirigir um filme ou um caminhão? Amassar trigo ou assar o pão?
Mil e uma perguntas... para achar apenas UMA profissão.
Bem-vindos a vida do Sim ou Não.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

6 passos, 5 letras, 4 olhos, 2 corações, 1 amor perfeito.

Ganhou seis chaves,
guardou todos seus segredos,
escondeu todos os seus medos,
decidiu ir em frente,
com suas chaves no bolso.

Com cinco folhas de papel,
Meia borracha, e um lápiz quebrado,
escreveu uma história meia boca,
só pra registrar tal fato desastrado.

Derrubou quatro lágrimas,
engoliu suas angustias,
respirou fundo, em busca de alguma ajuda,
e sentiu seu coração pedindo liberdade,
de suas coisas malucas, que lhe torturavam a mente...
Novamente voltou a sua rotina,
Infelizmente.

Três passos, foi o que andou,
até ao buraco onde chegou,
o sentimento vazio de falsos comentaristas,
de uma vida particular que se tornara pública em todos os pontos de vista,
em questão de segundos,
a versão foi novamente escrita.

Os dois olhos viram a realidade,
as folhas se amassavam de raiva,
direcionando a gravidade,
as folhas do bolso,caiam no chão
a verdade estava na cara,
pena que tarde demais, ela fora mostrada.

Um beijo foi o que relatou,
a confiança do seu ser,
uma certeza do impossível,
a alegria do poder,
que o amor lhe trouxe, de volta a vida.
Sem explicação, lhe tirou da monotonia.

domingo, 12 de setembro de 2010

Reabastecendo a paz de espírito.

Foi apenas pisar levemente na areia fina da praia, para provar que estava na total liberdade de seus problemas naquele momento.
Alguns passos lhe fizeram esquecer das piores coisas que lhe passavam a mente.
Ao molhar seus pés naquela água pura e salgada que existe na imensidão do mar, sentiu que nada mais importava, a não ser aquele momento.
Sentiu a brisa do mar, passando levemente em seu rosto, contornando o seu pescoço, e fazendo seus cabelos se balançarem junto a brisa.
Fechou seus olhos e logo abriu um delicado sorriso, sabia que algo único estava acontecendo naqueles segundos.
Levantou logo seus braços, deixando a brisa os levar. Abriu eles de forma com que sentisse mais concretizada uma forma de liberdade... uma forma de dizer a si mesma "Leve meu pensamento para longe, deixe-me sentir essa brisa em detalhes, deixe-me livre de mim mesma por alguns segundos, não me deixe pensar em nada, só deixe-me sorrir".

Pegou seu chinelo, os calçou, e saiu daquela praia com uma sensação de dever comprido. Uma sensação de como se aquele momento tivesse purificado sua alma de todos os problemas, tirados todos os males, deixando para trás tudo o que a encomodava. E como se dissesse "Siga seu caminho, com essa força que agora carrega, siga agora apenas as coisas que possam te fazer bem, positividade e amor sempre. Siga em paz, e boa sorte".

Foi assim que foram gastos alguns segundos de sua vida.
Reabastecendo a energia que ela precisava para dar continuidade a sua história.

sábado, 11 de setembro de 2010

Vida fácil e tediosa? Ou vida difícil e com experiências próprias?

Seria mais fácil, se pudessemos escolher tudo para nossa vida antes de nascermos...

Não precisariamos sofrer, chorar... Não precisariamos correr atrás de coisas impossíveis, não nos decepcionariamos em relacionamentos amorosos, não tirariamos notas baixas, não fariamos nada de errado.
Não iriamos nos machucar, ninguém iria nos roubar.
Poderiamos fazer tudo da maneira mais simples, sem nos cansar.
Fingiriamos ser apenas aquilo que realmente somos, não iria existir pessoas falsas...Saberiamos o final de todas as novelas, não existiria desculpas esfarrapadas, conheceriamos todos os finais da piadas, não precisariamos entender uma conta inteira de matemática.. já iriamos saber o resultado.
Não precisariamos emagrecer, já teriamos o peso ideal. Não precisariamos engordar, já teriamos o peso ideal.
Não precisariamos estudar, estariamos já formados, com emprego e uma família perfeita dentro de uma casa a mil maravilhas.
Não teriamos contas para pagar, não teriamos trânsito para esperar, não precisariamos acordar cedo para trabalhar, poderiamos dormir até tarde sem ninguém nos encomodar.
Não teriamos filhos chatos que chorassem toda hora, pois já estariam crescidos... Não iriamos ao médico, pois estariamos sempre com saúde.
Não iriamos ao cinema, pois teriamos todos os filmes em casa...
Não precisariamos comprar roupas, temos todas as que queremos dentro do nosso guarda-roupa.
Não teriamos que escovar os dentes, eles estariam sempre limpos.
Não precisariamos arrumar a cama, ela estaria sempre arrumada.

Ah ótima vida perfeita.
Grande motivação... ao tédio.
Do que se vale uma vida perfeita,
sem esforço e experiência?
Uma vida bem vivida,
é aquela cheia de obstáculos,
pois nos tornamos independentes do nosso próprio cansaço,
ficariamos amigos do esforço, superação e força de vontade...
Seriamos felizes com os detalhes,
e iriamos ser recompensados nas pequenas conquistas.

Arriscar e não se arrepender.
Uma lei para quem quer realmente viver.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Recordar...

A verdade, é que a única certeza que temos na nossa vida, é que as lembranças são eternas.
Sim, as lembranças são sempre importantes para nós... sempre.
Gosto muito de relembrar, como vocês já repararam... Pois as lembranças me servem para muita coisa, seja para me consolar com pensamentos positivos como: "Calma, isso já passa, já não passou antes?" ou "Você vivia em momentos muitos melhores que esse, parta para outra e viva como o seu passado".
Como até mesmo para comparar certas coisas: "Viu só, ainda bem que você escolheu esse caminho, senão não estaria melhor do que ano passado", ou "Você está bem mais feliz que antes, boa escolha".

Lembranças servem para tudo, saudades, consolo, felicidade, carência... qualquer coisa.
O melhor são as lembranças boas claro.
Por isso tente fazer de seu presente algo bom,pensando na lembrança que você guardará para sempre desse dia.
E em apenas alguns segundos... você pode fazer esse momento virar uma recordação pra vida inteira!

Recordar é saber a intensidade de tudo o que viveu,
Recordar é entender o que é felicidade mesmo em tempo ruim,
Recordar é sentir que amar de verdade é coisa rara,
Recordar é lembrar dos amigos que ajudaram nos momentos dificeis,
Recordar é observar as mudanças,
Recordar é compartilhar experiências,
Recordar é viver!

Beijos da menina que sobreviveu o dia anterior,
cheio de recordações de uma vida de 16 anos passados.
Uma vida com histórias pra contar,
e outras histórias para esquecer.
Mas uma vida, que aproveitou..
Cada momento com muito prazer ^^

Né.

A gente escuta e aprende, põe em prática o que quer.
Depois nós contamos e aconselhamos, acredita quem quiser.

sábado, 4 de setembro de 2010

A conta perfeita da vida limitada.

  O dia que você sempre esperou, o dia que você sempre quis. Estava nada mais nada a menos, do que a sua frente.
 Você determina seus passos, assim como você determina as contas matemáticas...Lembrando sempre, que elas tem suas regras. Se forem seguidas de forma correta, irão chegar no caminho final, onde de fato, a conta dá um valor real.
 Assim é sua vida, você só faz as coisas se tornarem reais, se você colocar em prática aquilo que sabe, seguindo as regras de seu coração e deixando levar para ver se a conta deu certo ou não... senão deu, tente outra conta, com outras fórmulas outros princípios básicos que aprendemos ao longo de nossa vida.
 Muitas pessoas demoram para descobrir o resultado desejado, outros colecionam resultados, outros não levam tão a sério, e se torna algo indiferente...
 No meu caso, gosto de colecionar resultados positivos sim, podem demorar a aparecer, mesmo com erros, tento concertá-los até chegar aos resultados reais. Porque são com os resultados reais, que posso sonhar mais ainda com futuros resultados que poderei fazer em minha vida, seguindo sempre um grande ciclo de resistência, paciência, esforço, vitórias e derrotas... todos eles chegando no mesmo resultado: Experiência.
Felicidade ou tristeza, são apenas suas consequências extras...

Divida amor, multiplique felicidade, some amigos, diminua problemas, e seja feliz (:

Sempre dá certo, acredite. (;


Beijos da menina que sobreviveu o ontem,
que acreditava numa conta complicada e não desistiu,
e agora tem certeza que deu um número exato.
Um coração feliz e completo com 4 algarismos. VOCÊ.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Nostalgia.

Fotos, vídeos, bilhetes, all star vermelho, ursinho marrom, coração vermelho, coração preto, vestido rosa, vestido branco, vestido preto. Morango no papel, morango no cartão, morango-coração, coração no colar, caixa de madeira, perfume de chocolate, terno com all star, números pares, abraço.
Música e mais música, dança lenta, olhares, filme, shopping, teatro, passeios, brigadeiro, risadas e mais risadas, lágrimas de felicidade, lágrimas de desespero, abraço forte para demonstrar a saudade da amizade, o abraço para mostrar que estava ali, filmagens para registrar tudo, homenagem, jantares, festas e mais festas, textos e poesias, desenhos e cartas, zuações e bagunças, fofocas, confiança. Trabalhos e provas, sorrisos, loja de colchões, vestiário com bilhares de roupas, trotes engraçados, segredos mais do que secretos, mãos dadas, mãos formando coração, divas_sempre*, romeuejulieta*, neoqeav*, gêmulasforever*, bilhete.com*, horas no telefone, horas no msn.Gritos de conquista, choros de derrotas, mas sempre estavamos lá para apoiar uns aos outros. Voz bonita, voz nostalgica, voz que não vou escutar mais.
Músicas nossas, músicas minhas...

 Amor verdadeiro, amizade verdadeira.
Nostalgia, nostalgia, nostalgia.
Dias bons, dias ruins.
Aprendi que só quando perdem valorizam, mas eu valorizei sempre quando estava com vocês.
 Foi só mais uma marca de que o passado é algo que não muda, porém, nunca volta.
Só fica a maldita nostalgia, de fases perfeitas.
Que não voltam nunca mais.
E que NINGUÉM pode substituir.

Eu amo vocês.
Eu amo meu passado
E amo a história que todos fizeram comigo.

Odeio a nostalgia,
mas amo as lembranças.

Obrigada por tudo.

O que ninguém quer saber.

O complicado nunca é o dizer, é sempre o fazer. Pena que poucos entendem.
No fundo as histórias sempre tem o mesmo objetivo, ou a mesma vontade de ter o final feliz tão desejado, sim, disso nós sabemos.
O problema da vida é o jeito com que construímos essa história.


Pena que poucas pessoas tem pouca noção de dimensão de um sentimento, mesmo tentando explicar o que de fato foi 7 anos resumidos em um mês em uma outra época, mas não, as pessoas não querem parar e pensar sobre o assunto, preferem sempre falar o que pensam mesmo sabendo que elas não gostariam de escutar aquilo que dizem saindo de nós.

Ninguém vai entender a dimensão quando digo o que de fato é impossível, porque nunca vivenciou, então não sabe o que pra mim de fato é o valor de estar pelo menos algumas horas junto em um ano inteiro.
Ninguém vai entender que uma música de um momento perfeito marca mais do que uma discografia inteira de um cantor famoso.
Ninguém vai entender o que é suar e vencer seus medos pra dizer 'te amo', pois sempre vai parecer banal e fútil.
Ninguém vai entender que em apenas um filme, eu consegui relatar uma história inteira de vida que de fato aconteceu a dois.
Ninguém vai saber que existem fotos guardadas onde só tal pessoa sabe da existência.
Niguém vai entender o que é confiança de verdade, senão souber entender o outro e se colocar no lugar do outro.
Ninguém vai saber o que são lágrimas escorrerem pelo resto ao ouvir 'Nunca vou te deixar, um dia vamos nos encontrar' sabendo que talvez aquilo nunca aconteça de fato.
Ninguém vai entender como foi um abraço de desespero depois de anos sem ver o outro.
Ninguém vai entender o que significa um coração de plástico guardado numa caixa de madeira.
Ninguém vai entender do porque um abraço valeu mais que todos os momentos juntos.
Ninguém vai saber o que aconteceu naquele dia além dos dois.
Ninguém vai querer entender do porque a menina chora desesperadamente todas as noites.
Ninguém vai querer saber o que ela está sentindo agora.
Ninguém...
Porque de fato, ninguém sabe o que ela já passou.
Que algum dia amou verdadeiramente e sentiu na pele impossibilidades e todas as versões de poder amar.
Ninguém poderá dar o mesmo valor as coisas que ela dá... Pois não vivenciou o impossível, para poder valorizar pelo menos 5 segundos do possível.

7 anos, em um mês.
Impossivel e Possivel
Intenso e intenso
Paciente e desesperado
Construtivo e demolidor.